I CONBAlf II SIHELE

I Congresso Brasileiro de Alfabetização – I Conbalf  II SIHELE

Tema: “Os sentidos da alfabetização no Brasil: o que sabemos, o que fazemos e o que queremos?”

E

II Seminário Internacional sobre História do Ensino de Leitura e Escrita - SIHELE

Tema: “Métodos e material didático na história do ensino inicial de leitura e escrita no Brasil”

 

Entidade promotora:  Associação Brasileira de Alfabetização

 

Entidades co-promotoras: PPGE/UNESP-Marília; PPGE/UFMG; POSEDUC/UFF; PPGE/UFES; PPGE/UNICAMP; PPGDAPP/UNIFAP; EAUFPA; PPGE/UFPE; PPGEd/UFRN; PPGEdu/UFMT; PPGE/UEMS; PPGE/UFSJ; PPGE/UFPel; PPGEdu/UFRGS;CEALE-FaE-UFMG, FaE-UFMG.


Instituição sede do evento: Universidade Federal de Minas Gerais

 

I CONBAlf – Belo Horizonte/MG –  08, 09 e 10 de julho de 2013

II SIHELE – Belo Horizonte/MG –  11 e 12 de julho de 2013



 

APRESENTAÇÃO 

 

A criação da ABAlf – Associação Brasileira de Alfabetização resultou de iniciativas e discussões realizadas por professores e pesquisadores brasileiros a partir de outubro de 2009, quando a proposta foi apresentada em Sessão Especial durante a 32ª. Reunião Anual da ANPEd – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. Em 09/09/2010, a proposta foi formalmente apresentada e aprovada na Plenária Final do I SIHELE – Seminário Internacional sobre História do Ensino de Leitura e Escrita, realizado na UNESP- Universidade Estadual Paulista – campus de Marília e cujo tema foi “A constituição do campo da história da alfabetização no Brasil”. Em 18/10/2010, a criação da ABAlf foi também aprovada pelo GT10 – “Alfabetização, leitura e escrita”, da ANPEd e, até o ano de 2012, obteve 17 moções de apoios de diferentes instituições de ensino superior, fóruns de coordenadores de programas de pós-graduação, centros/núcleos e grupos de pesquisa, entidades acadêmico-científicas da área de Educação, formadores de professores, secretarias municipais de educação.

A ABAlf foi criada em Assembleia realizada em 18/07/2012, nas dependências da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, durante o 18º. COLE – Congresso de Leitura, promovido pela ALB – Associação de Leitura do Brasil. Os objetivos da ABAlf são: congregar profissionais que desenvolvem atividades de pesquisa, docência e gestão relativas à Alfabetização;constituir-se como referência para discussões e proposições sobre alfabetização e processos afins; reforçar a dimensão política da alfabetização, exercendo posicionamentos críticos e políticos articulados, contundentes e representativos; realizar e incentivar estudos sobre alfabetização em suas diferentes facetas e perspectivas teóricas; fomentar atitude crítica e pluralismo teórico na abordagem do tema; promover intercâmbio com entidades congêneres nacionais e internacionais; propiciar articulação entre produção de conhecimento e demandas educacionais e políticas, sem prejuízo da autonomia política e científica da ABAlf;  realizar e estimular diferentes formas de divulgação da produção científica e ações pedagógicas relativas à alfabetização; organizar e promover eventos sobre o tema.

A definição desses objetivos se fundamenta na constatação que a alfabetização é um campo de pesquisa e de atuação, com uma problemática própria e ações específicas.  Nas últimas décadas, as discussões e propostas relacionadas com alfabetização vêm ocupando lugar de destaque no cenário acadêmico, educacional e político brasileiro, tendo-se consolidado em pesquisas, em ações políticas e pedagógicas, visando à produção de conhecimento e de  soluções para a inclusão dos cidadãos no universo da cultura escrita. No entanto, não foi ainda implementado, no Brasil, um Congresso específico para o debate sobre o conjunto de aspectos e problemas relativos ao tema, que vem sendo abrigado em outros eventos congêneres, tais como, o GT “Alfabetização, Leitura e Escrita” – da ANPEd, o Seminário de Alfabetização do COLE, e, mais recentemente, o SIHELE.

Considerando a ausência, no país, de eventos dessa natureza e tendo como um de seus objetivos a constituição de um espaço específico para discussão da alfabetização, a ABAlf promove o I CONBAlf – Congresso Brasileiro de Alfabetização, de natureza científica, com periodicidade bianual, que visa a preencher essa lacuna e se constituir como espaço inaugural de debates sobre o tema. O I CONBAlf representará um marco histórico para o campo da alfabetização e pretende se consolidar como um evento que propicie a divulgação de pesquisas e ações, incentive a proposição de novas temáticas de pesquisa e de novas possibilidades de ação e promova a participação dos diferentes atores envolvidos com a alfabetização.  

Considerando, ainda, que sua criação se concretizou formalmente na Plenária Final do I SIHELE, a ABAlf promove também o II SIHELE – Seminário Internacional sobre História do Ensino de Leitura e Escrita, visando a dar continuidade às discussões sobre os aspectos históricos do tema, que, na primeira edição do evento, propiciaram mapear e compreender os problemas da alfabetização no Brasil, na tensão entre passado, presente e futuro. Nessas discussões, destacaram-se as necessidades do contexto atual, as quais motivaram a criação da ABAlf e motivam a compreensão histórica dessa iniciativa pioneira assim como proposição de ações visando a avanços no processo de consolidação da entidade.

Os dois eventos científicos são promovidos pela ABAlf, com co-promoção das instituições de que fazem parte membros de sua Diretoria, Representantes Regionais e Conselho Fiscal, vinculados todos a programas de pós-graduação de universidades federais e estaduais de diferentes estados e regiões brasileiras.

O I CONBAlf e o II SIHELE serão realizados, respectivamente, nos períodos de 08 a 10 de julho de 2013 e de 11 e 12 de julho de 2013, ambos nas dependências da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais. Essa instituição foi escolhida como sede dos eventos, como homenagem à Presidente de Honra da ABAlf, Magda Becker Soares, Professora Emérita dessa instituição e fundadora do CEALE – Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita, consolidado  há mais de 20 anos, e onde  também atuam membros da Associação.

Visando a contribuir para a avaliação das intensas e extensas discussões sobre alfabetização, no âmbito de pesquisas acadêmicas, práticas educacionais e políticas públicas, assim como para proposição de novas discussões e ações, foram definidos, os seguintes temas gerais, para cada evento, respectivamente: I CONBAlf – “Os sentidos da alfabetização no Brasil: o que sabemos, o que fazemos e o que queremos?”; e II SIHELE – “Métodos e na história do ensino inicial de leitura e escrita no Brasil”. 

I CONBAlf está organizado de forma a propiciar o debate sobre os múltiplos pontos de vista, espaços e formas de atuação dos diferentes atores envolvidos na alfabetização brasileira, por meio da discussão dos saberes/fazeres de pesquisadores, professores e gestores públicos. Em torno de seis eixos temáticos, organizam-se as seguintes atividades: conferências e mesas-redondas, com participação de convidados oficiais especialistas em alfabetização, buscando garantir o debate entre representantes dos principais pontos de vista que fundamentam pesquisas acadêmico-científicas, práticas educacionais e políticas públicas; comunicações de pesquisa e relatos de experiências; reunião da ABAlf com representantes de associações nacionais e internacionais e redes de alfabetização internacionais; plenária final, em que serão apresentadas sínteses das discussões realizadas nas diferentes atividades, serão discutidas propostas e moções a serem encaminhadas pela ABAlf e será encaminhada organização de: livro sobre o tema do evento, contendo artigos resultantes das conferências e palestras apresentadas; e de Anais, contendo textos das comunicações de pesquisa e relatos de experiências.

O objetivo geral do I CONBAlf é, portanto, contribuir para avaliação dos problemas atuais e  perspectivas de avanço teórico-conceituais e empíricos, referentes às pesquisas, práticas educacionais e políticas públicas, por meio da reunião, compreensão e problematização dos diferentes sentidos que se podem detectar e atribuir ao que sabemos, ao que fazemos e ao que queremos, no Brasil, em relação à alfabetização, entendida como processo de ensino-aprendizagem inicial da leitura e da escrita na Educação Básica e na Educação de Jovens e Adultos.

II SIHELE está organizado de forma a propiciar o debate sobre o conhecimento acumulado, nas últimas décadas, sobre a história da alfabetização no Brasil, do ponto de vista dos métodos e material didático utilizados para o ensino inicial da leitura e da escrita de crianças, jovens e adultos. Considerando os diferentes espaços e formas de produção e circulação de métodos de alfabetização e material didático e os diferentes atores (pesquisadores, professores e gestores públicos) envolvidos nesses processos históricos, objetiva-se problematizar permanências e rupturas entre o passado e o presente, para avaliação e proposição de temas e problemas, visando a contribuir para avanços na pesquisa acadêmico-científica e na discussão sobre políticas públicas e práticas educacionais.  

Em torno de seis eixos temáticos, organizam-se as seguintes atividades: conferências e mesas-redondas, com participação de convidados oficiais especialistas em história da alfabetização, da educação e do impresso, buscando garantir o debate entre representantes dos principais pontos de vista que fundamentam pesquisas acadêmico-científicas, práticas educacionais e políticas públicas; comunicações de pesquisa; reunião da ABAlf com representantes de programas de pós-graduação, centros/núcleos/grupos de pesquisa e associações nacionais e internacionais assim como de redes de história da educação; plenária final, em que serão apresentadas sínteses das discussões realizadas nas diferentes atividades, serão discutidas propostas e moções e será encaminhada organização de livro sobre o tema “Métodos e material didático na história do ensino inicial de leitura e escrita no Brasil”, contendo artigos resultantes das conferências e palestras apresentadas no II SIHELE. 

O objetivo geral do II SIHELE é, portanto, em continuidade à sua 1ª. edição e articuladamente ao tema do I CONBAlf, contribuir para a compreensão das principais características dos estudos e pesquisas, desenvolvidos nas últimas décadas, sobre história da alfabetização no Brasil, como campo de conhecimento em constituição. Para isso, objetiva-se discutir especificamente  pesquisas sobre métodos e material didático para o ensino inicial da leitura e escrita e refletir sobre as possibilidades de avanços nesse campo, considerando o contexto dos desafios políticos, sociais, culturais e educacionais deste momento histórico, em relação à alfabetização, entendida como processo de ensino-aprendizagem inicial da leitura e da escrita na Educação Básica e na Educação de Jovens e Adultos.

 

OBJETIVOS do I CONBALf

– contribuir para avaliação das perspectivas de avanços teórico-conceituais e empíricos, referentes às pesquisas, práticas educacionais e políticas públicas para a alfabetização no Brasil;

– constituir-se como referência para discussões e proposições sobre alfabetização e processos afins;

– congregar pesquisadores e estudantes de pós-graduação e graduação, professores e  gestores da Educação Básica e representantes de associações, sindicatos e organizações não governamentais, que desenvolvem atividades de pesquisa, docência e gestão relativas à alfabetização;

– propiciar a reunião e a discussão dos múltiplos pontos de vista, espaços e formas de atuação dos diferentes atores envolvidos na alfabetização brasileira;

– promover a avaliação diagnóstica e prospectiva relativamente às pesquisas, práticas educacionais e políticas públicas em alfabetização no Brasil;

– discutir os principais problemas e avanços pretendidos na produção acadêmico-científica, nas práticas educacionais e nas políticas públicas brasileiras, sua relação com os desafios políticos, sociais, culturais e educacionais deste momento histórico e sua relação com a produção acadêmico-científica internacional;

– discutir formas de articulação entre produção de conhecimento e demandas educacionais e políticas;

– propor ações de articulação e colaboração sistemáticas, por meio da ABAlf, entre os diferentes segmentos envolvidos com alfabetização no Brasil;

– promover intercâmbio com redes de alfabetização e associações nacionais ou internacionais;

– propor temas e problemas específicos para a organização do II CONBAlf;

 – encaminhar organização de: livro sobre o tema do evento, contendo artigos resultantes das conferências e palestras apresentadas; e de Anais, contendo textos das comunicações de pesquisa e relatos de experiências.

 

OBJETIVOS do II SIHELE

– dar continuidade à avaliação diagnóstica e prospectiva relativamente à produção acadêmico-científica das últimas décadas no campo (em constituição) da história da alfabetização no Brasil;

– refletir sobre as possibilidades de avanços nesse campo, considerando o contexto dos desafios políticos, sociais, culturais e educacionais deste momento histórico, em relação à alfabetização, entendida como processo de ensino-aprendizagem inicial da leitura e da escrita;

– compreender as principais características de temas, objetos, fontes documentais, vertentes historiográficas e métodos de investigação, no âmbito da produção acadêmico-científica brasileira sobre história de alfabetização, com enfoque em métodos e material didático para o ensino de leitura e escrita;

– discutir os principais limites e problemas observáveis na produção acadêmico-científica sobre o tema;

– propor encaminhamentos visando ao avanço das pesquisas sobre o tema em sua relação com o campo da história da alfabetização no Brasil;

– possibilitar o intercâmbio e a articulação de grupos e núcleos de pesquisa sobre história da alfabetização no Brasil;

– propor temas e problemas específicos para a organização do III SIHELE; e

– encaminhar organização: de livro sobre o tema “Métodos e material didático na história do ensino inicial de leitura e escrita no Brasil”, contendo artigos resultantes das conferências e palestras apresentadas no II SIHELE; e de Anais, contendo textos das comunicações de pesquisa.

 

COMITÊS

Comitê Organizador

Coordenação

Maria do Rosário Longo Mortatti (UNESP-Marília; ABAlf)
Isabel Cristina Alves da Silva Frade (CEALE/FaE/UFMG; ABAlf)

 

 

Maria do Rosário Longo Mortatti (UNESP-Marília; ABAlf) – Coordenadora
Isabel Cristina Alves da Silva Frade (CEALE/FaE/UFMG; ABAlf) – Coordenadora
Adelma Barros-Mendes (UNIFAP; ABAlf)
Denise Maria de Carvalho Lopes (UFRN; ABAlf)
Cancionila Janzkovski Cardoso (UFMT; ABAlf)
Cleonara Maria Schwartz (UFES; ABAlf)
Fernando Rodrigues de Oliveira (UNESP-Marília)
Francisca Izabel Pereira Maciel (CEALE/FaE/UFMG; ABAlf)
Luciana Piccoli (FACED/UFRGS;ABAlf)
Maria Socorro do Alencar Nunes Macedo (UFSJ; ABAlf)
Maria Zélia Versiani Machado (CEALE/FaE/UFMG)
Sara Mourão Monteiro (CEALE/FaE/UFMG)

 

Comitê Científico

Coordenação

Cecilia Maria Aldigueri Goulart (UFF; ABAlf)
Edith Ione dos Santos Frigotto (UFF; ABAlf)

 

Pesquisadores estrangeiros

Antonio Viñao Frago (Universidad de Murcia – Espanha)
Harvey Graff (Ohio State University – USA)
Jaime Caiceo Escudero (Univesidad de Santiago de Chile – Chile)
Jean Hébrard (École des Hautes Études en Sicences Sociales – França)
Jean-Noël Luc (Université Paris IV – Sorbonne – França)
Mirta Castedo (Universidad de La Plata – Argentina)
Oresta López Pérez (Colégio de San Luis Potosí – México)
Pablo Pineau (Universidad Nacional de Rosário – México)
Paolo Bianchini (Università degli Studi di Torino – Italia)
Rubén Cucuzza (Universidad Nacional de Luján – Argentina)
Thérèse Hamel (Université Laval – Canadá)
Violante Magalhães (Escola Superior de Educação “João de Deus” – Lisboa – Portugal)

 

Pesquisadores e professores brasileiros

Adriana Lia Friszman de Laplane (FCM-UNICAMP)
Alessandra Arce (CECH-UFSCar)
Ana Lúcia Espíndola (UFMS-Três Lagoas)
Ana Luiza Bustamante Smolka (FE-UNICAMP)
Ana Maria de Oliveira Galvão (FaE-UFMG)
Ana Paula de Oliveira Santana (CCS-UFSC)
Analete Regina Schelbauer (CCHLA-UEM)
Anna Augusta Sampaio de Oliveira (UNESP-Marília)
Anna Maria Lunardi Padilha (FCH-UNIMEP)
Antonio Carlos Amorim (FE-UNICAMP)
Antonio de Pádua Carvalho Lopes (CCE-UFPI)
Arthur Gomes de Morais (UFPE)
Bárbara Cortella Pereira (UNEMAT-Tangará da Serra)
Carla Viana Coscarelli (FL-UFMG)
Carlos Humberto Alves Correa (FE-UFAM)
Carlota Boto (FEUSP)
Célia Regina Delácio Fernandes (UFGD)
César Augusto Castro (CCS-UFMA)
Cláudia Lemos Vóvio (EFLCH-UNIFESP-Guarulhos)
Cláudia Maria Mendes Gontijo (FE-UFES)
Cláudia Regina Mosca Giroto (UNESP-Marília)
Cristina Broglia Feitosa Lacerda (CECH-UFSCar)
Cristina Maria Rosa (FE-UFPel)
Cyntia Graziela G. Simões Girotto (UNESP-Marília)
Dagoberto Buim Arena (UNESP-Marília)
Denise Maria de Carvalho Lopes (UFRN)
Diane Valdez (FE-UFGO)
Eduardo Calil de Oliveira (CE-UFAL)
Eliane Borges Correia de Albuquerque (CE-UFPE)
Gilcinei Teodoro Carvalho (UFMG)
Gladys Rocha (FaE-UFMG)
Heronides Maurílio de Melo Moura (CCE-UFSC)
Iole Maria Faviero Trindade (FE-UFRGS)
Isabel Cristina Alves da Silva Frade (FaE-UFMG)
Jáison Gonçalves Leite (SME-Rondolância)
João Luís C. Tápias Ceccantini (UNESP-Assis)
José Carlos Miguel (UNESP-Marília)
Lílian Lopes Martin Da Silva (FE-UNICAMP)
Lourenço Chacon Jurado Filho (UNESP-Marília)
Luciana Piccoli (UFRGS)
Luciene Juliano Simões (IL-UFRGS)
Márcia Abreu (IEL-UNICAMP)
Márcia Cristina de Oliveira Mello (UNESP-Ourinhos)
Marcos Araújo Bagno (IL-UNB)
Maria Arisnete Câmara de Morais (CCSA- UFRN)
Maria Cecilia de Magalhães Mollica (FL-UFRJ)
Maria Inês Batista Campos (FFLCHE-USP)
Maria Rita de Almeida Toledo (EFLCH-UNIFESP-Guarulhos)
Maria Rosa R. Martins de Camargo (UNESP-Rio Claro)
Maria Teresa Esteban do Valle (CESA-UFF)
Mariza Vieira da Silva (UCB)
Marta Maria Chagas de Carvalho (FEUSP)
Patrícia Camini (SME-Porto Alegre)
Raquel SalekFiad (IEL-UNICAMP)
Rosa Fátima de Souza (FCL-UNESP-Araraquara)
Sergio Antonio da Silva Leite (FE-UNICAMP)
Tatiane Santos (UFAC)
Thabatha Aline Trevisan (UNESP-Marília)
Vivian Batista da Silva (FEUSP)
Wanderleia Azevedo Medeiros Leitão (EAUFPA)
Wenceslau Gonçalves Neto (IH-UFU)

  

Equipe de Apoio

 

Polo Marília/SP

Fernando Rodrigues de Oliveira (Doutorando – UNESP – Marília/SP) – Coordenador
Vivianny Bessão de Assis (Doutoranda – UNESP – Marília/SP)
Franciele Ruiz Pasquim (Mestre – EMEF “Governador Mário Covas” – Tupã/SP)
Gustavo Massi Soares (Graduando – UNESP – Marília/SP)
Ingrid Torquato (Graduanda – UNESP – Marília/SP)

 

Polo Belo Horizonte/MG 

Alexsandra Borges Fernandes (Especialista – CEALE-FaE-UFMG) – Coordenadora
Ana Paula Pedersoli Pereira (Mestre – CEALE-FaE-UFMG)
Anna Karolina Alves de Oliveira (Graduanda – FaE-UFMG)
Bruna Aparecida de Oliveira (Graduanda – FaE-UFMG)
Carol Abreu (Jornalista – CEALE-FaE-UFMG)
Daniella Cristina Salles Lima (Graduada- CEALE-UFMG)
Marcos Alves (Magistra – Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais)

 

 

 

PROGRAMAÇÃO

I CONBAlf – Congresso Brasileiro de Alfabetização

 


08/07/2013

8h às 9h – Recepção aos participantes e entrega de material aos inscritos no I CONBAlf

9h às 9h30 – Cerimônia de Abertura – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre
Prof. Dr. Clélio Campolina Diniz – Reitor da UFMG
Profa. Dra. Samira Zaidan – Diretora da FaE/UFMG
Profa. Dra. Maria do Rosário Longo Mortatti – Presidente da ABAlf
Profa. Dra. Isabel Cristina Alves da Silva Frade – Vice-Diretora do CEALE

9h30 às 10h – Homenagem ao educador PAULO FREIRE (in memoriam) – Patrono da ABAlf
MÁRIO SÉRGIO CORTELLA (PUC-SP)

10h às 10h30 – Intervalo

10h30 às 12h – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre
Conferência de abertura: “Alfabetização: o saber, o fazer, o querer”
MAGDA BECKER SOARES (Professora Emérita da Faculdade de Educação da UFMG e Presidente de Honra da ABAlf)
Coordenadora: Maria do Rosário Longo Mortatti (UNESP-Marília)

 Horário do almoço – Apresentação Artística – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre

14h às 18h – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre
Mesa 1 – SENTIDOS DA ALFABETIZAÇÃO NAS PESQUISAS ACADÊMICO-CIENTÍFICAS BRASILEIRAS
Coordenadora: Lázara Nanci de Barros Amâncio (UFMT-Rondonópolis)
14h às 16h
Expositoras:
Francisca Izabel Pereira Maciel (FaE/UFMG) 
Maria do Rosário Longo Mortatti (UNESP-Marília)
Debatedora:
Diana Vidal (FEUSP – CA-Educação CNPq)

16h às 17h – Debate

17h às 18h –SESSÃO DE LANÇAMENTO DE LIVROS E DE AUTÓGRAFOS 

18h às 21h30 – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre
Mesa 2 – SENTIDOS DA ALFABETIZAÇÃO NAS PRÁTICAS EDUCACIONAIS
Coordenadora: Edith Ione dos Santos Frigotto (UFF)

18h às 20h30
Expositoras:
Ivânia Pereira Midon de Souza (Rede Municipal de Educação de Várzea Grande/MT e Cuiabá/MT)
Telma Weisz (ISE-Vera Cruz)
Silvia de Mattos Gasparian Colello (FEUSP)
Debatedora
Maria Cecilia Oliveira Micotti (UNESP-Rio Claro)

2oh30 às 21h30 – Debate

 

09/07/2013

8h às 12h30 – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre
Mesa 3 – SENTIDOS DA ALFABETIZAÇÃO INICIAL NAS POLÍTICAS PÚBLICAS NO BRASIL
Coordenadora: Luciana Piccoli (UFRGS)

8h às 10h
Expositores:
Adail Silva Pereira dos Santos – (MEC – Ministério da Educação do Brasil) 
Alceu Ferraro (UFRGS)
Roberto Catelli Júnior (OnG – Ação Educativa/SP)
Debatedora:
Denise Maria de Carvalho Lopes (UFRN)

10h às 10h30 – Intervalo

10h30 às 11h30 – Debate

13h30 às 15h – Local: salas de aula – CAD 1 – Ciências Naturais
Sessões de Comunicação de Pesquisa e de Relatos de Experiência

15h às 16h30 – Local: salas de aula – CAD 1 – Ciências Naturais
Sessões de Comunicação de Pesquisa e de Relatos de Experiência

16h30 às 18h – Local: salas de aula – CAD 1 – Ciências Naturais
Sessões de Comunicação de Pesquisa e de Relatos de Experiência

14h às 18h – Local: salas de aula – CAD 1 – Ciências Naturais
Coordenação: Maria do Rosário Longo Mortatti (UNESP/Marília – Presidente da ABALf)
Relatora: Cristiana Ferrari (UNESP-Marília – Tesoureira da ABAlf) 
Reunião da ABAlf com representantes de redes internacionais e de associações (acadêmicas, ou não), de movimentos e de organizações da sociedade civil brasileira, relacionados com educação/alfabetização

19h às 22h – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre
Mesa 4 – SENTIDOS DA ALFABETIZAÇÃO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL
Coordenadora: Adelma Barros Mendes (UNIFAP)

19h às 21h
Expositoras:
Telma Ferraz Leal (UFPE)
Ana Caroline de Almeida (Rede Municipal de Educação de Tiradentes/MG)
Debatedora:
Helena Costa Lopes de Freitas (FE/UNICAMP)

21h às 21h30 – Debate

 

10/07/2013

8h às 11h30 – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre
Mesa 5 – SENTIDOS DA AVALIAÇÃO DA ALFABETIZAÇÃO: PESQUISAS ACADÊMICAS X PRÁTICAS EDUCACIONAIS X POLÍTICAS PÚBLICAS
Coordenadora: Maria do Socorro Alencar Nunes Macedo (UFSJ)

8h às 10h  
Artur Gomes de Morais (UFPE)
Darlize Teixeira de Mello (Rede Municipal de Educação de Porto Alegre/RS)
Ticiane Bombassaro Marassi (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira/MEC) 
Debatedora:
Cecilia Maria Aldigueri Goulart (UFF)

10h às 10h30 – Intervalo

10h30 às 11h30 – Debate

13h30 às 15h – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre

PLENÁRIA FINAL
Coordenadora: Maria do Rosário Longo Mortatti (Presidente da ABAlf)
Relatora: Francisca Izabel Pereira Maciel (Vice-Secretária da ABAlf)

15h às 15h30 – intervalo

15h30 às 17h – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre
ASSEMBLEIA GERAL ANUAL DA ABAlf

Presidente: Maria do Rosário Longo Mortatti (Presidente da ABAlf)
Relatora: Francisca Izabel Pereira Maciel (Vice-Secretária da ABAlf)

18h às 19h30 – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre
Conferência de encerramento: “Escolarização e literacias: os sentidos da alfabetização e a diversidade cultural”
JUSTINO PEREIRA DE MAGALHÃES (Instituto de Educação – Universidade de Lisboa – Portugal)
Coordenadora: Isabel Cristina Alves da Silva Frade (CEALE/FaE/UFMG)

19h30 às 20h – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre

Cerimônia de encerramento

 

 

II SIHELE – Seminário Internacional sobre História do Ensino de Leitura e Escrita

 

11/07/2013

8h às 9h – Recepção aos participantes e entrega de material aos inscritos no II SIHELE

9h às 9h30 – Cerimônia de Abertura – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre

Prof. Dr. Renato Lima – Pró-Reitor de Pesquisa da UFMG
Profa. Dra. Maria Cristina Soares de Gouvêa – Vice- Diretora da FaE/UFMG
Profa. Dra. Maria do Rosário Longo Mortatti – Presidente da ABAlf
Profa. Dra. Maria Zélia Versiani Machado – Diretora do CEALE

9h30 às 10h – Homenagem ao pesquisador ALAIN CHOPPIN (in memoriam)
CIRCE FERNANDES BITTENCOURT (FEUSP-PUC-SP)

10h às 10h30 – Intervalo

10h30 às 12h30 – Conferência de abertura: “Ler a leitura”
ROGER CHARTIER (Collège de France – Paris-França)
Coordenadora: Maria do Rosário Longo Mortatti (UNESP –Marília)

Horário de almoço – Apresentação Artística – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Salão Nobre

14h às 18h – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Auditório 1A
Mesa 1 – LIVRO DIDÁTICO COMO FONTE E OBJETO DE PESQUISA EM HISTÓRIA DO ENSINO DE LEITURA E ESCRITA
Coordenadora: Francisca Izabel Pereira Maciel (UFMG)

14h às 16h
Expositores:
Mirian Jorge Warde (PPGE-UNIFESP – GEPICH)
Circe Fernandes Bittencourt (FEUSP-PUC/SP)
Eliane Peres (UFPel)
Debatedora:
Norma Sandra de Almeida Ferreira (FE/UNICAMP)

16h às 16h30 – Intervalo

16h30 às 17h30 – Debate

17h30 às 18h30 – SESSÃO DE LANÇAMENTO DE LIVROS E DE AUTÓGRAFOS 

18h30 às 21h30 – Local: CAD 1 – Ciências Naturais – Auditório 1A
Mesa 2 – MÉTODOS DE ALFABETIZAÇÃO, CARTILHAS, LIVOS DE LEITURA, CADERNOS E MANUAIS DE ENSINO
Coordenadora: Cecilia Maria Aldigueri Goulart (UFF)

18h30 às 20h30
Expositores:
Maria Helena Câmara Bastos (PUC-RS)
Ana Chrystina Mignot (UERJ)
Maria Teresa Santos Cunha (UDESC)
Cancionila Janzkovski Cardoso (UFMT) 
Debatedora:
Maria do Rosário Longo Mortatti (UNESP-Marília)

20h30 às 21h30 – Debate

 

12/07/2013

8h às 12h30 – Local: CAD 1 – Ciências Naturais
Mesa 3 – MÉTODOS E MATERIAL DIDÁTICO PARA O ENSINO DE LEITURA E ESCRITA, AÇÕES DO ESTADO E MOVIMENTO EDITORIAL
Coordenadora: Edith Ione Santos Frigotto (UFF)

8h às 10h30

Expositores:
Kazumi Munakata (PUC-SP)
Isabel Cristina Alves da Silva Frade (UFMG)
Márcia de Paula Gregório Razzini 
Debatedora:
Estela Natalina Mantovani Bertoletti (UEMS)

10h30 às 10h45 – Intervalo

10h45 às 12h – Debate

14h às 16h – Local: salas de aula – CAD 1 – Ciências Naturais
Sessões de Comunicação de Pesquisa

16h às 16h30 – Intervalo

16h30 às 18h – Local: CAD 1 – Ciências Naturais


PLENÁRIA FINAL
Coordenadora: Maria do Rosário Longo Mortatti (Presidente da ABAlf)
Relatora: Francisca Izabel Pereira Maciel (Vice-Secretária da ABAlf)

18h às 18h30 – Local: CAD 1 – Ciências Naturais

Cerimônia de Encerramento

 

 

ANAIS DO I CONBAlf e II SIHELE

Para acessar o arquivo completo dos anais do I CONBAlf e do II SIHELE, clique aqui.

  • LinkedIn ABAlf
  • Instagram
  • Grey Twitter Ícone
  • YouTube
  • Facebook

ABAlf - Associação Brasileira de Alfabetização 17.669.764/0001-77

Av. Madre Benvenuta, 2007 | Itacorubi | Florianópolis - SC, 88.035-001

© Todos os Direitos Reservados - 2020.